Em Açoite, Destaques

A candidata Marina Silva derrotada prometera para quinta-feira última revelar sua posição para o segundo turno. Passando-lhe a perna, os dirigentes dos partidos que a apoiaram durante o primeiro turno, à sua revelia, reuniram-se quarta-feira. O PSB (Arraes deve estar vociferando no caixão) aderiu enfaticamente ao programa neoliberal do PSDB. O partido verdolengo, oportunista como sempre, aderiu àquele que pensou que iria vencer. O partido do Roberto Freire, que já foi comunista e agora é de quem paga mais, aderiu espalhafatosamente, como era de se esperar. Até a Rede, a Rede que deve sua existência à Marina, a traiu vergonhosamente dizendo seu dirigente Feldman, o outro, que Marina exporia sua posição pessoal mais tarde. Ou seja, a Rede de Marina desqualifica Marina como sua dirigente. Rei morto, rei posto. Canalhice, não é?


Créditos de imagem: sanatoriodanoticia.blogspot.com

Facebooktwittergoogle_plus