Em Destaques, Música

O Romance da Rosa tem sido o paradigma literário que, associado a uns poucos dramas musicais sobreviventes, como por exemplo Robin e Marion e o Llibre Vermell, nos oferece uma imagem radiosa da Alta Idade Média, mais especificamente do século XIII, e da sensibilidade musical do homem dessa época. A essa arte profana se adiciona a rica música sacra de Perotinus e Leoninus, da Escola de Notre Dame precursora de Guillaume de Machaut.

Polifonia e monodia, Ars Nova e Ars Antiqua se contrapõem. A imagem que compomos com esses indícios é de um cidadão puro de coração grave, e cristão fervoroso. Mas eis que é descoberto aquele iconoclasta Carmina Burana, em que libido e liturgia são compostas em um único bloco de expressões artísticas. O homem Medieval começa a se transformar em nossa imaginação. Mas o que mais nos impressiona é o fato de que essas maravilhosas canções pornográficas tenham sido preservadas pelas mãos purificadas de monges em suas sacrossantas bibliotecas.

É claro que indícios já eram conhecidos desse espírito sardônico, oculto atrás dos sólidos pilares da fé e da razão. Um exemplo magnífico é o Roman de Fauvel, com sua magistral dosagem de polifonia e de monodia. O burro representa a empáfia, a avareza, a indolência, a covardia, enfim tudo o que a sociedade da época detestava no homem. Assim seria possível fazer uma imagem mais realista, pela música, do homem pré-renascentista.

Mas essa silhueta ainda não era suficientemente bem definida. A recente edição d’A Festa do Asno pelo Clemencic Consort completa agora essa visão. E a experiência é simplesmente alucinante. É claro que descrições existiam desse infernal bacanal de baixos diáconos e ordens inferiores de monges. Mas a música consegue exprimir esse momento de subversão como nenhuma pintura, prosa ou verso foram capazes. Nem mesmo as figuras de demônios e bestas nas catedrais construídas a essa época.

No entanto foi também a época em que floresceram como nunca as universidades. É a época de Roger Bacon, de Tomás de Aquino e de Dante. São fundadas as Universidades de Veneza, Siena, Toulouse, Nápoles, Salamanca e tantas outras. São fundados o Merton e o University College de Oxford e os quatro Colégios Nacionais na Universidade de Paris. E Giotto inicia sua revolução nas artes plásticas. Mas o painel estava incompleto.

A Festa do Asno sobreviveu pelo menos até fins do século XV, mas nunca foi tão exuberante quanto no seu nascedouro, o século XIII. Também como no Roman de Fauvel, o asno é coroado. Mas aqui ele representa a autoridade eclesiástica sob todas as suas formas, o próprio Papa. Os irmãos laicos, durante esses dias, compensavam um ano inteiro de humildade e de humilhações.

O asno e a arte do amor cortes na musica da Alta Idade  Media [31122015]

Carroças com excrementos de animais passeavam pelas ruas, e os humilhados e ofendidos membros leigos de ordens inferiores lançavam sua carga sobre a população. Era uma grande farra. Uma missa falsa era realizada, em meio a danças e canções pornográficas. Comia-se nos altares das catedrais e bebia-se até onde a fisiologia permitisse. O deboche era generalizado. Abades, bispos, se escondiam em seus aposentos. Ao baixo clero tudo era permitido. Começavam as festividades logo depois do Natal e se estendiam além do Ano Novo, dia em que atingiam seu espasmódico clímax.

Somente no século XVI vieram a surtir efeito as intervenções da Igreja, e a tradição foi finalmente derrotada. O disco de Clemencic nos permite mergulhar nessa insólita tradição que teve seu momento mais brilhante no século XIII. Foi inicialmente editado em 1980 e é agora transferido para disco compacto. É claro que essa iguaria é melhor degustada quando acompanhada pelo Carmina Burana. E há várias versões adequadas, inclusive a do próprio Clemencic, em cinco discos.

Nota – Do livro do autor Um Roteiro para Música Clássica. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1992. 705p. Publicado originalmente no jornal FSP: 13/11/1988.

Rene Clemencic – La Fete de L’ Âne
Traditions du moyen age – Clemencic Consort

play

https://youtu.be/JMAmzmZ9aPM

Facebooktwittergoogle_plus