Em Destaques, Sem papas na língua

Parece que a FIESP virou um partido político, pois patrocina a descarada propaganda para governador de seu presidente Skaff. Não faz sentido, pois está com essa candidatura esdrúxula tirando votos do atual governador Alckmin, pois FIESP e PSDB são irmãos fraternos.

Sempre que há algo assim extravagante na política de São Paulo pensa-se que é maquinação do Serra. Mas o que teria esse Maquiavel de Província a ganhar senão uma pequena vingança contra um dos que bombardearam a sua candidatura à Presidência?

Também não se pode dispensar a hipótese de que esta candidatura bizarra tenha sido resultado de uma conspiração lulista, para abalar o candidato do PSDB. Quem resolve o enigma? A esfinge Temer, que certamente está envolvida?

Créditos de imagem: publilover.blogspot.com

Facebooktwittergoogle_plus