Em Açoite, Destaques

logo spv

Desencadeiraram-se ambas, a oposição e a imprensa.

O desemprego cai 4,8%, a menor taxa em 12 anos, confessa, como que a contragosto, a Folha. O Estadão prefere ignorar a noticia. A Globo procura e encontra na USP um especialista em emprego que acha que o jovem brasileiro prefere estudar à procurar uma ocupação. A Folha, imaginam só, atribui esse baixíssimo nível de desemprego ao desinteresse em ir atrás de colocação devido ao baixo ritmo da atividade econômica”. Ou seja, no Brasil o desemprego estimula a preguiça. Mas só no Brasil se observa este paradoxo, quanto mais desemprego menor a vontade de procurar emprego. Não é uma graça? Ou será que o brasileiro esta ficando preguiçoso?


Créditos de imagem: stimepa.org.br

Facebooktwittergoogle_plus