Em Destaques, Vida Nacional

À luz, em Recife, o público é convidado a participar dos debates no III Encontro Nacional da Indústria Nuclear – ENIN (um evento da International Nuclear Atlantic Conference/INAC).

Nos bastidores, circulam informes que dão conta da gestação de uma parceria transnacional, estruturando um programa de investimentos em reatores nucleares para a produção de energia elétrica na região Nordeste.

Os relatos indicam que a articulação envolveria o Ministério das Minas e Energia, a Presidência do Senado, a Toshiba/Westinghouse e capitais russos, orientados à instalação de 8 reatores nucleares para geração de energia.

Vale destacar que, apesar da promessa de desenvolvimento econômico para a região, tão necessário, esse movimento surge na contramão das iniciativas internacionais que indicam um abandono dessa forma de geração de energia; casos da Alemanha que promete desligar todas suas usinas até 2022, optando por investimentos em energia de fontes renováveis e Japão que, depois do desastre de Fukushima, estuda revisão da dependência da utilização da energia gerada por reatores nucleares.

Facebooktwittergoogle_plus