Contribuição de Edward Snowden

Dudu: – Mas Mamá, o que vamos fazer com Belo Monte?

Mamá: – Ora, fechamos e fazemos uma baita piscina para os Mundurucus.

Dudu: – Tá bem, mas o que vamos fazer para produzir eletricidade? Nuclear? Carvão? Gás Natural? Eólico?

Mamá: – Nada de Nuclear, a Bíblia é contra. Nada de Fóssil. É poluente e contribui para o Aquecimento Global.

Dudu: – Então só resta Biomassa, Eólica e Solar.

Mamá: – Biomassa jamais, vão invadir a minha Amazónia querida e não vai sobrar terra para plantar alimentos. Eólica e Solar é poluição visual.

Dudu: – Então vamos ficar no Escuro?

Mamá: – Ora seu bobinho. Vamos conservar Energia. Quem precisa de mais de um banho por semana? Com Sushi e Sachimi quem precisa de Churrasco? Com bicicletas quem precisa de Trem, de Metrô? Dormindo cedo, pra que tanta luz? É muito mais saudável para o corpo e para a alma.

Dudu: – Tá bem, tá bem. E o problema das Enchentes em Santa Catarina? As Chuvas estão chegando.

Mamá: – A Bíblia mostra o Caminho. Vamos fazer uma imensa barca como fez Noé. Botamos todo mundo dentro e esperamos a pombinha anunciar: “Terra”.

Dudu: – Mas vai ter que ser uma barca imensa!

Mamá: – Ora, se Noé conseguiu colocar milhões de casais de todas as espécies, inclusive de continentes que ainda não eram conhecidos, em um único barco, não deverá haver problemas com o povaréu de Santa Catarina, não é?

Dudu: – E o que vamos fazer com essa greve Universitária? Afinal, eu fui Ministro da Ciência e da Tecnologia.

Mamá: – Mandamos alguns pastores pentecostais. Afinal para que ensinar estas teorias heréticas, se está tudo na Bíblia? Por que perder tempo com Big-Bang’s, com arqueologia, com evolução das espécies, se sabemos que o Universo, ou melhor o Mundo, foi criado em sete dias, há apenas 4 mil anos. Vamos substituir Universidades por Templos Pentecostais. Contratamos o Bispo Valdemiro Cowboy como Ministro da Educação, que é o mais eficiente. Tá?

Dudu:  – Tudo bem, contanto que a Senhora não feche o Projeto Suape.

Mamá: – Tá feito.

Dudu: – Ufa!

Na próxima edição Mama entrevista seus futuros ministros. Um doce para quem adivinhar quem serão os felizardos.

Facebooktwittergoogle_plus