Em Açoite, Destaques

logo spv

Não foram poucos os que culparam a administração Dilma de ter rompido o acordo com a Ucrânia de projeto e produção de um foguete para lançamento de satélites e outros objetos. O Brasil teria dispendido quase um bilhão de dólares e nada aconteceu. O contrato fora negociado quando era ministro Roberto Amaral, o mesmo que queria fazer bombas nucleares. Os representantes do governo ucraniano no projeto não pertenciam, afirma-se, a nenhuma das máfias ucranianas. Eram simpáticos, bon vivants e agora, coitadinhos, ficaram sem emprego e sem mordomia. Nos dez anos de vigência do acordo, não foi construído nem sequer um busca-pé. Perdeu-se sim quase um bilhão de dólares, mas no andar que estava indo o programa seriam mais cinco ou seis décadas e muitos outros bilhões. Para os ucranianos quanto mais demorasse o projeto melhor seria.


Imagem: Impressão artística do foguete Cyclone-4 / EBC

 

Facebooktwittergoogle_plus