Em Destaques, Música

Buxtehude foi o mais importante compositor alemão de sua geração. E de fato até hoje o veneramos como um gênio do barroco. Ocupava, em começos do século XVIII, o posto de organista e compositor de Lubeck, posto este dos mais cobiçados da Alemanha. Correu a notícia de que estava para se aposentar. Os mais talentosos jovens acorreram a Lubeck para se candidatar à posição. O genial, e já famoso à época, G. F. Haendel, Matheson, que viria a ser o maior teórico da época e J. S. Bach. Conta uma lenda que o jovem Bach teria viajado a pé (80 Km) a Lubeck para ouvir o grande organista. Embora não haja testemunhos concretos não é difícil concluir que Bach também estaria de olho na sucessão de Buxtehude. Pois bem, o preço pelo cargo devia ter sido caro. Simplesmente, casar com a filha de Buxtehude, que além de não ser lá tão atraente, era doze anos mais velha que os supostos pretendentes.

johann

Ana Margaretha passou o resto da vida se vangloriando de ter rejeitado Haendel e Matheson. Nunca se referiu a Bach. Haendel teve a gloriosa carreira internacional, Bach, embora sedentário, não foi menos bem sucedido. Matheson, sem a mesma genialidade que seus dois contemporâneos é, ainda hoje, considerado um grande teórico da música.

Ana Margaretha finalmente conseguiu se casar com um compositor de que, garanto, você leitor quase que certamente nunca ouviu falar. Seu nome é Johann Christian Schieferdecker que, merecidamente, herdou a posição ocupada pelo grande Buxtehude.

Sua obra modesta, como ele próprio, foi quase toda perdida. Do pouco que resta, sobressai um conjunto de 12 concertos (suítes) para vários instrumentos. Seis deles foram recentemente gravados. Este disco nos faz lastimar que tantas de suas obras tenham sido perdidas, mas que por outro lado nos deixa esperançosos de que o pouco que resta venha a ser editado e tão bem interpretado quanto foram esses seis primeiros concertos pela Elbipolis Barockorchester de Hamburgo.

J.CH. SCHIEFERDECKER

Musicalische Concerte, Elbipolis Barockorchester Hamburg

play

https://www.youtube.com/watch?v=UnG7RlPl08s

Créditos de imagem: gilsonsantos.com / oldsite.bgam.edu.by

Facebooktwittergoogle_plus